Móveis de madeira maciça: conheça suas características

Além de belos, os móveis de madeira são mais resistentes e duráveis do que outros materiais. Quer saber mais? Veja no site da Construindo e Reformando.

Publicado em 25/07/2013

Avalie este Artigo
1

A matéria-prima mais usada para a fabricação de móveis é a madeira. Embora existam diferentes aplicações e materiais derivados usados, o que oferece melhor qualidade continua sendo a madeira maciça.

Como o nome diz, são usadas placas inteiras de madeira, sem adição de fibras sintéticas ou outros materiais. Normalmente são usadas madeiras mais claras e leves, como o eucalipto de reflorestamento e o pinus. Móveis de madeira podem receber uma série de detalhes e acabamentos, o que garante objetos únicos e elegantes.

Sua resistência à umidade e a efeitos físicos é útil para a confecção de móveis para o jardim e outras áreas abertas. Com isso, arranhões e demais danos podem ser facilmente recuperados.

 madeira.jpgduração dos móveis de madeira maciça é bem longa e, seguindo certos cuidados, é possível passá-los tranquilamente para as próximas gerações. Aplicar um verniz com proteção UV, por exemplo, ajuda a proteger a peça dos efeitos da luz e umidade, além de manter a coloração e resistência da madeira por mais tempo.

Móveis com essa fabricação costumam ficar muito bem em ambientes com uma decoração mais rústica ou colonial. Eles passam uma sensação de conforto e aconchego, combinando também com outros objetos de cores fortes.

Vale lembrar também que um móvel desses pode ter um custo maior, dependendo do material empregado. Além disso, é importante também estar atento ao tipo de madeira usada, já que algumas são bem mais pesadas, o que dificulta o carregamento e transporte, por exemplo.

Contudo, os itens feitos de madeira maciça são, sem dúvidas, uma grande aquisição para sua casa. Super resistentes e belos, eles valem o investimento, principalmente para quem busca qualidade e sofisticação na decoração de imóveis.

Crédito da imagem: Flickr


Avalie este Artigo

Deixe seu comentário

Avalie este Artigo

Comentários

  • Seja o primeiro a comentar

© 2009 - 2019 Construindo e Reformando Todos os direitos reservados

Página gerada em 0.062 s!