Tipos de telhas ecológicas

Conheça as vantagens das telhas ecológicas e quais os tipos mais comuns, acessando o site do Construindo e Reformando.

Publicado em 21/08/2013

Avalie este Artigo
4.7

É cada vez mais comum o reaproveitamento de materiais para a fabricação de produtos usados na construção. Tijolos, telhas e materiais para acabamento são produzidos pensando na preservação do meio ambiente e visando um modo de vida mais sustentável. Com esta finalidade, as telhas ecológicas são fabricadas a partir de fibras naturais ou de materiais reciclados dos mais diversos tipos. O mercado oferece diferentes opções para quem deseja aderir ao seu uso.

As telhas de fibra vegetais, por exemplo, utilizam dois tipos de materiais: as fibras de madeira, como o eucalipto e pinho e as consideradas não-madeiras, tais como bananeira, coco e sisal. Estas últimas são, normalmente, usadas para o reforço de materiais cimentícios. Essa variedade é bem flexível, porém, mais pesada, o que exige uma estrutura de sustentação mais reforçada.

 TELHAS3.jpgOutro tipo de telha utiliza uma mistura de papel reciclado, juntamente com asfalto e resina. Ela é bem resistente e, graças à resina, possui proteção contra os raios UV – o que impede que a superfície escame.

tubo de pasta de dente também é aproveitado para a fabricação de telhas. As peças produzidas com esse material possuem cerca de 75% de plástico e 25% de alumínio, para dar maior firmeza. Elas são leves, ajudam a manter o ambiente mais fresco e são ainda bem fáceis de instalar.

Além de serem mais sustentáveis e de aproveitar materiais que normalmente são jogados fora, as telhas ecológicas são mais fortes, leves e podem reduzir em muito os custos com a construção.

Os preços variam de modelo para modelo, por isso, é importante verificar qual o tipo de telha ideal para sua construção, sendo necessário também pesquisar bastante onde comprar. Com isso, a natureza sai ganhando e seu bolso também.

Crédito da imagem: Sacola Ecológica

 


Avalie este Artigo

Deixe seu comentário

Avalie este Artigo

Comentários

  • Seja o primeiro a comentar

© 2009 - 2018 Construindo e Reformando Todos os direitos reservados

Página gerada em 0.049 s!