Ideias para Jardins Suspensos

Jardins suspensos são tendências em decoração de ambientes. Além disso, são práticos e econômicos. Confira as ideias do Construindo e Reformando

Publicado em 03/08/2012

Avalie este Artigo
4

A decoração de um lar, independentemente de orçamento e disponibilidade de materiais, pode ser diferente e inovadora. Uma tendência nesse sentido são os jardins suspensos. Além de proporcionar uma atmosfera natural e bucólica a casa, este tipo de trabalho decorativo pode ser feito profissionalmente ou de forma amadora, pelos próprios moradores, sem muitos gastos.

O termo jardim suspenso faz referência aos vasos de diferentes plantas que ficam pendurados em uma parede, criando um jardim vertical. A técnica está cada vez mais comum em casas ou apartamentos onde não há espaço suficiente para o plantio de plantas e flores. Além de não exigir muito espaço, o trabalho é bastante simples.

Entretanto, a jardinagem requer tato e sensibilidade de quem decide aderir à técnica. Confira algumas ideias e crie jardins suspensos em sua casa, em diferentes cômodos.

Há diferentes estilos e modelos de jardins suspensos que podem ser facilmente ambientados nos mais variados espaços de uma casa ou apartamento. Por exemplo: um painel com tábuas de ipê enfeitadas com vasos de bromélias são excelentes para uma decoração prática, simples e moderna, deixando o quintal ainda mais bonito.

Em casos quando o objetivo for criar um jardim suspenso em ambientes internos, o ideal é a utilização de plantas epífitas, que são aquelas que se sustentam e sobrevivem ‘em cima’ de outras plantas. Este tipo de flor requer pouca irrigação e não necessita de terra, além de ter fácil manutenção.

Na cozinha, é possível cultivar temperos, de forma decorativa. Em pequenos vasos pendurados em uma das paredes, o morador pode plantar salsinhas ou cebolinhas. Dessa forma, haverá o fácil acesso a temperos frescos, sem abrir mão de uma decoração ímpar. O perfume exalado, nesses casos, é muito agradável, proporcionando ao ambiente o conforto necessário para uma refeição saudável e descontraída.

alecrim.jpgFoto: Mel Morena Blog

Para o crescimento de uma horta desse porte, será necessária apenas irrigação diária, adubação mensal e iluminação correta para que haja a fotossíntese.

Na varanda, o “abre-alas” de um imóvel, uma opção é utilizar samambaias e orquídeas emolduradas com peroba, por exemplo. Estas espécies de planta exigem apenas irrigação diária, e podem facilmente serem substituídas por outras, de acordo com os gostos e preferências dos moradores.

Como última sugestão, um método totalmente natural: pendurar plantas decorativas em árvores tornou-se uma alternativa muito procurada. Poupando espaço, o proprietário do imóvel pode ainda utilizar lâmpadas que à noite deixarão o jardim mais charmoso e atraente.


Avalie este Artigo

Deixe seu comentário

Avalie este Artigo

Comentários

  • Seja o primeiro a comentar

© 2009 - 2019 Construindo e Reformando Todos os direitos reservados

Página gerada em 0.03 s!